KTForce potencia discussão sobre políticas de inovação na Europa

Parceiros e público preencheram o auditório da Faculdade de Direito da Universidade do Porto durante a Closing Conference deste projeto europeu dedicado ao impacto que as práticas de transferência de conhecimento podem ter sobre as políticas de inovação.

DSC_7650

Uma das mesas redondas que animou a Closing Conference do projeto europeu KTForce.

Os parceiros do KTForce – Knowledge Transfer joint forces for efficient innovation policies regressaram à Universidade do Porto depois do arranque do projeto europeu em Março de 2012. Desta vez a sessão foi aberta ao público, que pode participar na discussão sobre as políticas de inovação e transferência de tecnologia e trocar experiências e opiniões com parceiros e convidados. A Conferência Final do projeto KTForce aconteceu no passado dia 28 de Maio na Faculdade de Direito da Universidade do Porto, e reuniu mais de meia centena de pessoas.

“O KTForce é um extraordinário exemplo de smart cooperation”. Foram estas as palavras de Carlos Neves, vice-presidente da CCDR-N e um dos oradores convidados para a conferência. Na sua opinião, projetos como este são uma boa maneira de “colocar os stakeholders mais importantes da região em contacto”. Foram mais de cinquenta as pessoas que estiveram presentes no auditório da FDUP para ouvir esta e outras apresentações, numa altura em que se começa a fazer o balanço de resultados de um projeto que dura há mais de 30 meses e que envolve 11 entidades de 6 países.

O painel foi de excelência e as conversas animadas: “Innovation policies and knowledge transfer working together for regional competitiveness” foi o tema da Closing Conference do projeto KTForce, evento que antecipa o final desta iniciativa europeia cujo principal objetivo foi o “benchmarking de políticas de inovação e boas práticas de transferência de tecnologia nas regiões parceiras”, como referiu Maria Oliveira, coordenadora da UPIN – Universidade do Porto Inovação, durante a sua intervenção. Durante os trabalhos do projeto, foram identificadas 147 boas práticas, segundo dados apresentados por Stefania Amorosi, representando o programa de financiamento INTERREG IVC e também uma das oradoras. A sessão da manhã contou ainda com a presença e intervenção do vice-reitor Jorge Gonçalves, de Filipe Araújo, vereador da inovação e ambiente da Câmara Municipal do Porto e de Manuel Laranja, da Universidade de Lisboa.

A importância da aposta europeia na inovação e na transferência de tecnologia, bem como nas spin-offs universitárias, esteve presente durante todo o dia da conferência e também nos momentos de networking. Durante as mesas redondas, membros da parceria KTForce juntaram-se a outros convidados e apresentaram dados mais concretos sobre os seus respetivos países e o público teve também oportunidade de intervir colocando questões e estimulando o debate sobre o que de melhor se faz na Europa em termos de estímulo à inovação. A moderação dos debates ficou a cargo de Ana Teresa Lehman e Alexandre Almeida, ambos da Faculdade de Economia da Universidade do Porto. Houve também tempo para apresentação metodologia desenvolvida no âmbito das atividades do projeto por Óscar Afonso (consultor para o KTForce) e William O´Gorman, da Waterford Institute of Technology e dos próximos passos a dar antes do final do projeto, que será em Setembro de 2014.

Os resultados do projeto continuarão disponíveis no website no futuro. As boas práticas e políticas identificadas em cada região parceira podem ser consultadas no “Good Practices Map”, ferramenta desenvolvida pelo projeto, bem com outras informações relativas a eventos e notícias. Neste momento, os parceiros estão a trabalhar na segunda brochura focada na implementação dessas políticas. O documento será disponibilizado no website do projeto em breve.

Conferência final do projeto KTForce será no Porto, a 28 de Maio.

Mais de dois anos depois do seu arranque, o KTForce chega ao fim. A ocasião vai ser assinalada com uma conferência internacional, na cidade do Porto a 28 de Maio.

Corria já o ano de 2012 quando onze entidades, oriundas de seis regiões europeias se aliaram num projeto europeu destinado a promover as boas práticas em transferência de tecnologia na Europa. Cumpridos os principais objetivos e metas, é agora altura de fazer o balanço final e partilhar os resultados alcançados pela parceria com o grande público. Essa oportunidade será dada no dia 28 de Maio na Conferência Final do projeto KTForce, que terá lugar no Porto em local ainda a anunciar. Será um evento de dimensão internacional, contando com a presença de todos os parceiros, oradores e participantes para debater sobre políticas de inovação na área de transferência de tecnologia.

Um dos pontos-chave da conferência será a apresentação dos resultados do projeto KTForce, cujos membros procuraram, durante aproximadamente 30 meses, partilhar a sua experiência na área da inovação e transferência de tecnologia bem como as boas práticas e políticas do seu país. Essa informação já está disponível para consulta no “Good Practices Map”, ferramenta desenvolvida pelo projeto para divulgar o que de melhor se faz na Europa nas temáticas abordadas pelo KTForce.

ktforce 2

Os parceiros na primeira reunião do projeto, em março de 2012-

O KTForce é um projeto suportado pelo INTERREG IVC e co-financiado pela FEDER (Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional) e teve como principais metas melhorar as políticas e práticas de inovação através da partilha de experiências e casos de sucesso entre os parceiros. Arrancou oficialmente no dia 1 de Março de 2012 no Porto e, desde essa altura, foram muitas as reuniões e os encontros da parceria destinados a recolher e organizar o máximo de informação possível, facilitando a adoção das práticas e políticas no futuro. Apesar de chegar ao fim (termino previsto em Setembro), os resultados do KTForce continuarão disponíveis para consulta, indo de encontro à filosofia do projeto que se comprometeu a apresentar as suas recomendações para melhorar práticas e políticas tanto a nível local e regional como internacional, bem como facilitar a transferência das mesmas entre os diferentes países europeus. Toda a informação adicional sobre o KTForce pode ser encontrada aqui.

Mapa de boas práticas do KTForce disponível para consulta

Todos os interessados em Transferência de Conhecimento e Tecnologia podem agora consultar as boas práticas e políticas desenvolvidas regiões e instituições que compõem a parceria do projeto europeu KTForce – Knowledge Transfer Joint Forces for Efficient Innovation Policies.

Uma das mais valias do projeto KTForce é divulgar o que de melhor se faz na Europa ao nível da inovação e da transferência de tecnologia. Com esse intuito, o website do projeto tem uma área (que está agora aberta ao público) onde se pode encontrar toda essa informação através de uma pesquisa qualificada e bastante segmentada, fazendo com que os utilizadores encontrem rapidamente o que procuram. Para aceder ao “Good Practices Map” basta aceder a www.ktforce.eu e clicar na imagem “Check our good practices map”. A partir deste instante será direcionado para a área de pesquisa onde poderá encontrar informação relativa a práticas e políticas praticadas em Portugal, França, Irlanda, Roménia, Lituânia e Alemanha. Poderá pesquisar por área temática (licenciamento de tecnologia, criação de spin-offs e empreendedorismo, ou interface universidade-empresas) ou país, tendo ainda acesso a informação relativa a custos e recursos necessários à implementação, etc. Os resultados ser-lhe-ão apresentados do lado direito da caixa de pesquisa.

O mapa interativo vai, assim, de encontro à filosofia do projeto europeu KTForce que, desde o seu início em Março de 2012, se comprometeu a preparar recomendações para melhorar as políticas locais e regionais focadas em transferência de tecnologia, bem como a facilitar a transferência de boas práticas entre os países europeus tanto a um nível operacional como político. A próxima fase será identificar e publicar também as boas políticas, para ficarem disponíveis para consulta por todos os utilizadores.

KTForce: projeto arrancou em força e UPIN é coordenadora

logo ktforceApós o arranque no dia 1 de Março de 2012, o projeto KTForce avançou com o plano de atividades.

No dia 11 de Julho teve lugar  a conferência “Boosting European Regional Development by improving technology transfer practices and policies”, dando continuidade à troca de impressões e ideias entre os parceiros do projeto KTForce, onze no total, todos provenientes de regiões europeias e com o mesmo intuito de promover e melhorar a transferência de tecnologia. Tornado possível pelo INTERREV IV C e co-financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, o projeto KTForce reuniu em Bucareste, Roménia, cerca de 80 pessoas representantes de instituições nacionais e europeias. A Universidade do Porto esteve presente apresentando o caso português da política de inovação ligada à área da Transferência de Tecnologia, bem como a sua experiência de participação em redes dinâmicas internacionais para a melhoria da qualidade dos seus processos.

ktforce1

1ª Conferência do projeto KTForce

Abordaram-se temas como as boas práticas e políticas no âmbito do empreendedorismo, transferência de tecnologia e inovação. O público mostrou-se interessado com as temáticas abordadas pelos entendidos e houve ainda espaço para networking entre os participantes, trocando experiências e impressões.

No dia 12, de manhã, teve lugar a segunda study visit do projecto, com visitas a várias entidades activas na área de transferência de tecnologia da cidade de Bucareste, detectando bons exemplos na área e eventuais problemas da região. Os dias 12 (à tarde) e 13 foram dedicados à reunião geral de parceria do projeto, onde os representantes discutiram o mapeamento das boas práticas e políticas recolhidas durante o primeiro semestre do projecto.

Durante os três dias, os 11 parceiros do KTForce discutiram e partilharam opiniões sobre casos de sucesso de transferência de tecnologia nas suas regiões e sobre a forma como estes casos de sucesso poderão melhorar a definição das políticas de inovação nas regiões parceiras, num primeiro tempo, e nas regiões europeias, num segundo plano.
O próximo evento deverá acontecer na região de Grenoble, França, em Novembro, onde um seminário temático e uma visita de estudo serão organizados.

Mais informações sobre o projecto disponíveis no website do projeto.