Eles ganharam o iUP25k 2013… e agora?

Numa edição única, com um recorde de candidaturas perto das 70, as áreas da saúde e das TIC’S foram as mais premiadas. O concurso de ideias de negócio da Universidade do Porto atribuiu um total de 25.000€ em prémios aos promotores, que contam aqui os seus próximos passos, depois desta conquista no iUP25k 2013.

1º Prémio: Sphere Ultrafast Photonics

1º Prémio: Sphere Ultrafast Photonics

Sphere Ultrafast Photonics, de Rosa Muñiz e Hélder Crespo (FCUP), levou para casa o primeiro prémio (15.000€) graças à sua tecnologia de laser ultrarrápida que criaram a partir da U.Porto, desenhada para melhorar o desempenho da nova geração de lasers de impulsos ultracurtos, o que vai permitir melhorar o modo como se constroem novos lasers, com aplicação em diversas áreas, nomeadamente nos tratamentos em oftalmologia, na investigação ao nível da microbiologia e da medicina, assim como no processamento de materiais de alta precisão.A tecnologia já se encontra patenteada e, neste momento, a equipa de investigação está focada em produzir e colocar no mercado a “mais precisa tecnologia de controlo de laser de impulsos ultrarrápidos de sempre”, disseram os membros da equipa. e a adequá-lo às exigências do mercado, , contando para tal com a valiosa ajuda de experientes mentores da SHARE – Associação para a Partilha do Conhecimento, entidade parceira do iUP25k. Além disso, vital nesta fase é também contactar investidores e potenciais clientes, para que a empresa e a tecnologia possam ter sustentabilidade. A criação da empresa está a avançar e conta com a participação de sócios estrangeiros que também participaram no projeto de investigação e desenvolvimento da tecnologia.AdptTech e Taggeo também foram premiados

2º Prémio: AdaptTech

2º Prémio: AdaptTech

Em segundo lugar na competição ficou o projeto AdaptTech. A equipa de três estudantes da FEUP está, neste momento,a “efetuar o desenvolvimento tecnológico da ideia no que toca às componentes de software, enquanto aguarda pela libertação de verbas para concretização do protótipo”, contaram. Têm, simultaneamente, participado em reuniões de mentoring para otimizar ainda mais a estratégia de desenvolvimento do produto e, futuramente, incluí-lo no nicho de mercado correspondente. Esta tecnologia foca-se em melhorar a vida dos doentes amputados através da disponibilização de próteses mais confortáveis de usar. Através do desenvolvimento de um sistema que recorre à análise 3D da prótese e de cada pessoa, o projeto AdaptTech disponibiliza soluções que adaptam cada uma das próteses às características dos corpos dos seus utilizadores, o que se traduz em menos custos e sobretudo mais conforto.

3º Prémio: Taggeo

3º Prémio: Taggeo

Com o mesmo valor atribuído (5.000€), o projecto Taggeo levou para casa o terceiro prémio. O Taggeo é já uma promissora nova rede social que utiliza a geolocalização para possibilitar, entre outros, a implementação de campanhas de marketing interativo e georeferenciado. Os três estudantes que a desenvolveram encontram-se agora a aprimorar a tecnologia e a atualizar o “modelo de negócio, fruto das sessões de mentoring, provenientes do prémio”, contou a equipa. Na opinião dos três inventores, a experiência adquirida nestas sessões tem sido essencial para orientar a estratégia da equipa e para se aproximarem cada vez mais do próximo objetivo: começar, no Outono, a incubação e o programa de aceleração no Parque de Ciência e Tecnologia da U.Porto – o UPTEC. “Temo-nos sentido muito mais preparados para, enquanto startup, desenvolver um produto que traz ainda mais valor acrescentado para os seus utilizadores”, explicaram.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s