Os prémios conquistados pelo Remote Debugging Service

André Riboira em Madrid a receber o prémio Spin 2012

André Riboira em Madrid a receber o prémio Spin 2012

Em Maio de 2012 conquistaram o 2º lugar no iUP25k – concurso de ideias de negócio da Universidade do Porto, organizado pela UPIN (Universidade do Porto Inovação) e pelo CEdUP (Clube de Empreendedorismo da Universidade do Porto). O prémio foi de 5.000€ em incubação e mentoring para definição do plano de negócios.

Em Junho de 2012 foram os grandes vencedores da 1ª edição do concurso Ideias TI Potencialmente Empreendedoras. Este concurso de ideias de negócio é organizado pela ANETIE (Associação Nacional das Empresas das Tecnologias de Informação Eletrónica). O Remote Debugging Service ganhou, aqui, acesso a uma série de workshops sobre empreendedorismo.

Já a terminar o ano de 2012, a tecnologia destes dois empreendedores conquistou mais dois prémios. Em Novembro de 2012 foram seleccionados para efectuar uma apresentação no evento Empreender TI 2012, organizado pelo CEDT (Centro de Excelência em Desmaterialização de Transações) e pela COTEC Portugal (Associação Empresarial para a Inovação). O Remote Debugging Service foi uma das 36 ideias seleccionadas para apresentação, sendo identificada como potencialmente empreendedora.
No mesmo mês foram os grandes vencedores do Spin 2012 – Prémio Da Ideia à Ação, organizado pela RedEmprendia (Rede Universitária Iberoamericana de Incubação de Empresas). A tecnologia foi uma das grandes vencedoras de entre cerca de 300 candidaturas provenientes de sete países, e ganhou 3.000€ e um curso de formação no Babson College (Boston, USA).

O ano de 2013 começou bem para a dupla, que foi a grande vencedora da edição do Porto do concurso The Next Big Idea 2013. Este concurso é organizado pela SIC Notícias com o patrocínio da REN, Liberty Seguros e Sical. O prémio conquistado traduziu-se em sessões de mentoring com os CEO da REN, Maksen, Nestlé e Liberty Seguros.

Neste momento, André Riboira e Rui Maranhão estão concentrados na sua empresa “Recodit S.A.”, que terá a chancela spin-off da U.Porto. André Riboira diz que está tudo a correr bem: “Estamos a preparar algo que consideramos ser bastante sólido, daí estarmos a demorar algum tempo com a sua abertura”. Num futuro mais próximo, a equipa vai testar a aceitação da ideia em Silicon Valley.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s